alt

Um lindo dia em dos grupos de comunidades de tecnologia em São Paulo no WhatsApp, alguém publica o call4trilhas do TDC SP 2018,resolvi submeter uma trilha, justificando o porquê o TDC deveria ter a trilha de inteligência artificial, que além de ser minha área de atuação, sou apaixonada pela mesma, essa não era a primeira vez que eu submetia algo no TDC, eu tinha tentado emplacar uma palestra minha na edição de Floripa, porem infelizmente não deu certo, Eu nunca havia ido ao TDC, eu nunca ainda palestrei em um grande evento, porém surpresas me aguardavam.
Semanas depois recebo um e-mail falando que a trilha que eu havia proposto foi escolhida e estava sendo convidada para ser coordenadora de trilha, fiquei muito feliz com o convite, minha primeira vez no TDC e como coordenadora da trilha de inteligência artificial, não dá para explicar o quanto fiquei feliz.
Ajudei na divulgação do Call4papers, incentivando principalmente mais mulheres a submeterem palestras, a tarefa mais difícil foi ter que selecionar quais seriam aprovadas e quais seriam recusadas.
A ansiedade era grande contava os minutos para chegar o dia 17/07/2018, até que finalmente esse dia chegou e minha trilha logo no primeiro dia.
Logo depois da abertura oficial do TDC, fui para a sala com meus colegas de coordenação, pessoas que admiro muito um deles o Diego eu já conhecia, uma das pessoas que mais admiro na área de inteligência artificial, o outro o Danilo eu não conhecia, porem pude ver o quanto ele é fera e manja muito de IA também.
A trilha de inteligência artificial no TDC São Paulo 2018 era composta por oito palestras, vou descrever brevemente cada uma delas:

1. Inteligência Artificial na Arquitetura Intel: A primeira palestra foi ministrada pelo Igor Freitas, onde o mesmo apresentou as soluções em hardware e software da Intel para se trabalhar com inteligência artificial.

2. Reconhecimento de objetos em tempo real com Yolo: A segunda apresentação foi da Leticia Pedroso, que apresentou de uma forma simples como funciona o reconhecimento de objetos no YOLO, e a explicação mais simples e completa que já vi de como funciona uma rede neural convulacional.

3. Explainable Machine Learning: A terceira Talk foi do Gabriel Cypriano Saca, que arrasou em uma apresentação técnica, sobre algoritmos de machine learning e comparando cada um dos mesmos.

4. Health 4.0: Os Desafios da Inteligência Artificial na Saúde Digital: A quarta apresentação ficou por conta da Dra. Marcia Ito, um medica renomada, pesquisadora e especialista em tecnologia, que abordou um assunto polêmico sobre o uso de inteligência artificial na área da saúde, a dificuldade em empregar tecnologia na área e a dificuldade de encontrar especialista em tecnologia que entendam o real problema enfrentados pelos médicos, e encontrar soluções que vão de encontro com a necessidade da área.

5. Detecção de Objetos em Imagens com Deep Learning: A quinta palestra foi apresentada pelo Claudio Santos, que explicou como funciona uma rede neural, quais as formas de detecção de objetos, algoritmos utilizados e uma excelente explicação sobre os diferentes tipos de redes neurais empregadas no reconhecimento e detecção de objetos.

6. Big Data e Machine Learning: Desafios e oportunidades em um mundo orientado a dados: A sexta palestra que foi transmitida ao vivo e feita no auditório principal ficou por conta do Professor Anderson Soares um dos maiores especialista na área, que compartilhou com a gente um visão do futuro da utilização de dados e  a adoção da inteligência artificial no mundo corporativo, onde hoje se tornou moda querer utilizar inteligência artificial em tudo, outro ponto apresentado foi a criação de divisões dentro da área de especialistas em inteligência artificial , onde cada um e especialista em uma parte do desenvolvimento da solução, foi também apresentado o instituto de inteligência artificial aplicada I2A2, que treina especialista para a área.

7.Tendências do uso da Inteligência Artificial em veículos autônomos: A sétima e penúltima talk, ficou para o Alexandre Ray da Silva, que apresentou as vantagens e desvantagens do uso de carros autônomos, as maiores dificuldade para se desenvolver e utilizar esses carros assim como as leis e  normativas além de uma discussão ética, em um acidente quem seria o culpa, um assunto ainda a se discutir e evoluir muito.

8. GANs - Redes neurais brincando de polícia e ladrão: E a oitava e última apresentação ficou por conta do Felipe Breve Siola que apresentou uma palestra muito interessante onde o conceito e ter uma rede neural geradora(falsificador/Ladrão) e outra rede neural discriminadora(Policia) onde uma rede tenta gerar uma imagem falsa que a rede neural discriminadora não consiga identificar que é falsa, esse tipo de algoritmo e muito empregado em teste do facebook, onde um dos mais famosos e como você seria se fosse do sexo oposto.

Bom e assim finalizou meu primeiro dia no TDC São Paulo – 2018, e a coordenação da trilha de inteligência artificial, a experiencia foi única e maravilhosa, nunca mais perco um evento desse tipo, a oportunidade de aprender, compartilhar e fazer novas amizades é uma das maiores vantagens.
Bom e assim inicio meu primeiro post em meu novo blog, espero que gostem.