Nos últimos anos muito se tem falado sobre inteligência artificial, a todo momento vemos noticias na televisão, jornais, revistas e principalmente na internet, porem pode até parecer algo novo, porem não é, a inteligência artificial , nasceu logo no fim da segunda guerra mundial  entre 1940 e 1950, oriunda das pesquisas militares para cálculos balísticos e decodificação de sinais.

Entre 1950 e 1960 essas pesquisas evoluirão  e muito, principalmente com a aplicação da teoria de funcionamento do cérebro na criação de modelos matemáticos capazes de emular uma sinapse, dessas pesquisas nasceram as primeiras redes neurais limitadas a resolverem problemas utilizando cálculos lineares, as redes neurais acabaram se tornando uma grande aposta, onde governos investiram e muito no desenvolvimento dessa tecnologia, porem passaram se anos e os resultados não eram aceitáveis, os problemas resolvidos eram limitados a coisas simples, existia uma grande expectativa que essa tecnologia revolucionaria o mundo, esperava-se inclusive que um computador em 10 anos seria tão inteligente que seria capaz de vencer um humano em um jogo de xadrez, porem isso na verdade só veio acontecer 40 anos depois, sendo assim as redes neurais cairão em descredito no final da década de 60 e as pesquisas foram abandonadas, porem inteligência artificial não são somente redes neurais, mas existem varias outras áreas que estão debaixo desse grande guarda chuva chamado inteligência artificial, como por exemplos os sistemas especialistas , sistemas de recomendações e etc..., em meados da década de 80 o primeiro sistema utilizando inteligência artificial  bem sucedido surgiu, o mesmo era responsável por auxiliar a configurar pedido de computadores, o estudo de redes neurais somente foi retomado em 1986, que foi quando IA se tornou uma ciência e os estudos e pesquisas voltaram a receber investimentos, contribuindo para o surgimento de uma nova industria com diversas aplicações como a robótica e a automação de processos, as evoluções não pararam e hoje temos sistemas autônomos, computadores que conseguem enxergar, falar e compreender ainda de maneira simples porem cada dia mais e mais avanços surgem e não param.

O grande sucesso da inteligência artificial, está intimamente ligado a evolução do hardware, o barateamento dos equipamentos e a popularização das plataformas em nuvem onde uma das mais democráticas , completa, diversificada e com maior numero de servidores é o Microsoft Azure, que possui diversos serviços, dentre eles serviços de computação e serviços de inteligência artificial , onde posso citar o azure cognitive service a plataforma de serviços cognitivos da Microsoft, que permite desenvolver aplicações de uma forma simples que podem utilizar visão computacional, idioma, fala, pesquisa e conhecimento, somente utilizando chamadas a APIs, o que facilita e muito o desenvolvimento, outro serviço interessante e o azure machine learning studio, que permite desenvolver um algoritmos com pouquíssimo conhecimento sobre IA, a construção é toda visual, e não precisa na maioria dos casos de nenhuma linha de código, somente ligar e configurar caixinha muito semelhante a um workflow, após criar o algoritmo com um click se expõe o mesmo como webservice que pode ser consumido em qualquer aplicação.

Azure Machine Learning Studio

Nos vemos no meu próximo post,  até a próxima.